Unimos natureza e ciência para cuidar de você

3 Novembro, 2022

“O triatlo é um desporto acessível se for bem preparado”

Ruth Gómez, triatleta profissional com um impressionante percurso, conta-nos as suas origens e rotinas de treino, alimentação e suplementação.

Ruth Gómez triatlo MARNYS

Falamos com Ruth Gómez, uma desportista com um impressionante percurso no triatlo, dominando a natação, ciclismo e corrida. Além disso, é licenciada em Ciências da Actividade Física e do Desporto e em Administração e Gestão de Empresas. Atualmente, além de triatleta ativa, é também treinadora de triatletas, clubes e escolas infantis. No passado dia 8 de outubro, terminou a temporada de 2022 de triatlo com um meio Ironman em Gijón, competição que já realizou várias vezes, tendo-se sagrado vice-campeã de Astúrias na categoria de meia distância.

No entanto, o que mais se destaca nela são as 11 vezes que completou o Ironman, com uma vitória no Ironman de Portugal e o título de vice-campeã de Espanha de longa distância no Ironman de Lanzarote, sem esquecer várias vitórias em provas de meio Ironman.

1. Como começaste no desporto do triatlo?

Desde muito pequena que adorava correr (o meu pai era maratonista) e, embora tenha passado mais de 20 anos a jogar basquetebol (chegando a representar equipas como o Tintortto ou o Estudiantes), corria sempre por minha conta. E assim, sem dar por isso, aos 27 anos acabei por participar num duatlo por acaso.

2. Qual é a tua disciplina preferida entre as três que praticas?

O ciclismo.

3. Das três disciplinas que praticas, qual requer mais preparação técnica?

Sem dúvida, a natação.

4. Já foste 11 vezes “Finisher” do Ironman e a Primeira mulher europeia a subir o Kilimanjaro na modalidade de trail running (2018). Tens algum objetivo ou meta a alcançar nos próximos anos?

Voltar a fazer um Ironman, atingir o número 12 e realizar algum desafio desportivo pelo menos tão bonito como foi o do Kilimanjaro. Para um desafio desses, é necessário ter patrocinadores, o que não é fácil.

Ruth Gómez

5. Também tens mais de 20 anos de experiência como treinadora desportiva e treinadora de crianças. A partir de que idade treinas?

Treino desde crianças muito pequenas, aos 2 anos, a adolescentes e adultos, até ao infinito.

6. Que hábitos de vida saudável recomendarias como treinadora a crianças que estão a iniciar-se no desporto de forma profissional?

O que recomendo é uma boa alimentação sem junk food (algo que, infelizmente, é comum nos lanches que vejo) e bons hábitos desportivos. Menos sofá e menos tecnologia nas mãos.

Sobretudo, é importante que façam uma iniciação ao desporto bem orientada e que o objetivo seja desfrutar, praticar atividade física e relacionar-se com crianças da mesma idade. Não devemos buscar o máximo rendimento em idades precoces, mas sim uma atividade física que possa perdurar no tempo e seja bem praticada.

7. E para qualquer pessoa, praticante de desporto ou não?

A prática de desporto é saúde, o importante é sair do sedentarismo, deixar o carro, comer melhor e acrescentar mais atividade ao dia-a-dia, como caminhar ou nadar.

8. Falemos das tuas rotinas de treino. Qual é a tua rotina diária ou semanal? Quantas horas dedicas por dia?

Depende da altura da temporada em que nos encontramos. Na pré-temporada, de outubro a março, costumo treinar menos horas e com menos intensidade. Na época de competição, dependendo dos objetivos, posso chegar a ultrapassar as 20 horas semanais com bastante intensidade.

No geral, costumo fazer duas sessões por dia, geralmente de bicicleta e natação. Os triatletas estão habituados a fazer duas sessões por dia. Também incluo treino de força (principalmente funcional), sobretudo na pré-temporada. E ultimamente tenho corrido menos devido a uma lesão nos tendões de Aquiles.

9. Que partes do corpo são as que mais sofrem com a prática do triatlo? Como as cuidas?

No meu caso, os tendões de Aquiles. Já fui operada e tenho uma lesão crónica. Um suplemento alimentar da MARNYS que tomo e que me tem sido muito útil é o Condrohelp.

Ruth Gómez

10. A alimentação é fundamental para a prática deste desporto. Como é a tua dieta num dia normal?

Não como carne. Opto por proteína vegetal, adoro frutas, saladas, tofu… Abuso um pouco do queijo porque adoro. E também adoro doces, mas tento substituí-los e “enganar a mente” com frutos secos.

11. Tomas algum suplemento desportivo para complementar a tua dieta? Achas que é importante?

Na época de competição, sim. Os suplementos da MARNYS e MARNYS SPORTS são ótimos para mim. Tenho um grande gasto energético e considero que é importante ajudar o nosso organismo, e aí os suplementos desempenham um papel fundamental.

12. Que suplementos da MARNYS® e MARNYS SPORTS® tomas?

Além do Condrohelp que mencionei anteriormente, tomo diariamente a Vitamina D3 4000 UI da vossa linha Vitahelp. Também tomo o vosso suplemento de ferro Ferrobine MAX, que é extremamente importante para fornecer uma dose extra de ferro, especialmente para as mulheres. E também tomo Royal provite 5000, um suplemento que tem a maior concentração de geleia real do mercado e é muito importante para fornecer energia.

Na época de competição, não pode faltar o Metal endurance, para a resistência na corrida. É muito fácil de tomar devido ao seu formato líquido em doses únicas e também é adequado para veganos.

Para a recuperação pós-treino ou competição, o meu favorito é o Electrolyte Recocovery, para garantir a hidratação e recuperação dos eletrólitos, e o Col Recovery, um excelente recuperador depois de treinos intensos.

13. Que conselho darias a alguém que queira começar a participar em duatlos e triatlos?

O triatlo é um desporto muito bonito e eu encorajo todas as pessoas a experimentá-lo. O meu conselho é começar sem pressas, respeitando a progressão. Sempre com a orientação de um treinador profissional que te possa guiar adequadamente. Também aconselharia a não ter medo. O triatlo é um desporto acessível se for bem preparado. Aliás, entre as pessoas que treino, tenho perfis de todo o tipo, desde adultos que estão a começar e mal sabem nadar ou nunca andaram de bicicleta, até triatletas mais experientes.



DESCUBRA O CATÁLOGO DE PRODUTOS MARNYS