Unimos natureza e ciência para cuidar de você

Plano Detox: ingredientes para desintoxicar o organismo

Plano Detox: ingredientes para desintoxicar o organismo

Publicado: 21 Outubro, 2021 - Actualizado: 7 Novembro, 2023 | 5'

Já ouviste falar dos planos ou dietas detox? Sabes como atuam?

Eliminação de toxinas

Especialmente após períodos de refeições pesadas, o nosso corpo precisa de “limpar-se por dentro”. Se alguma vez te perguntaste como é que o corpo elimina as toxinas, deves saber que não se protege apenas com um mecanismo mas com vários.

O fígado, os rins, o intestino, os pulmões e a pele são os cinco filtros de que o nosso organismo dispõe para manter as toxinas afastadas. Neste artigo, vamos concentrar-nos nos dois primeiros; o fígado e os rins, para compreender a importância da desintoxicação, também conhecida como detoxificação ou detox.

É muito importante saber que estes magníficos filtros naturais são os responsáveis diretos pela nossa qualidade de vida.

Sabes quais são as funções do fígado e dos rins?

Quais são os alimentos e hábitos que são os seus inimigos?

O que nos pode ajudar a desintoxicar o nosso organismo?

Como é que o nosso corpo drena e purifica as toxinas?

Fígado

 

Frequentemente, o processo de desintoxicação do nosso organismo envolve duas fases.

A primeira é o drenagem, onde a circulação transporta as toxinas pelo sistema linfático até ao fígado e aos rins, que se encarregam de as filtrar, depurar e, finalmente, eliminar.

A segunda fase é a detoxificação, onde os órgãos envolvidos realizam a correta eliminação dos resíduos tóxicos. Ou seja, o fígado otimiza o processo de filtragem e conversão dos resíduos, e depois o sistema linfático transporta-os para os rins para serem eliminados.

O que é o fígado?

O fígado está localizado na região abdominal. É composto por dois lobos, um maior à direita e um menor à esquerda.

O fígado pesa cerca de 1,4 quilos num adulto médio e desempenha um papel fundamental na saúde. Afinal de contas, é o segundo maior órgão do corpo e o único que consegue regenerar-se.

Processo natural de desintoxicação

Através do fígado circulam o sangue e a bile. O sangue entra no fígado a partir do aparelho digestivo com os nutrientes, medicamentos e, em alguns casos, vírus, bactérias, parasitas e outros elementos que contêm toxinas.

As substâncias que entram no fígado podem ser processadas, armazenadas ou modificadas para retornar ao sangue ou seguir para o intestino para serem eliminadas.

No fígado, é selecionado o que fazer com cada substância, filtrando, modificando ou eliminando. É a fábrica química que nos permite alimentar e desintoxicar-nos.

Principais funções do fígado

Rins

 

O fígado tem muitas funções e também atividades metabólicas relacionadas com os hidratos de carbono, as proteínas e as gorduras ou lípidos. Se tivéssemos de resumi-las, diríamos que algumas das funções mais importantes do fígado são:

  • Filtrar o sangue que vem do trato intestinal antes de regressar à corrente sanguínea.
  • Efeito detox de produtos químicos e metabolismo de medicamentos.
  • Secreção de bile.
  • Produção e regeneração de sangue. Pode armazenar até 1,5 litros.
  • Converter nutrientes em substâncias que o nosso corpo possa absorver, armazenando-as e fornecendo-as às células quando necessário.
  • Quebrar moléculas de gordura e convertê-las em energia.
  • Regulação dos níveis adequados de glicose no sangue. Se o nível de glicose estiver elevado, o fígado irá retirar o açúcar do sangue e armazená-lo na forma de glicogénio. Se estiver baixo, irá quebrar o glicogénio e libertar açúcar.
  • Pode armazenar vitaminas e minerais como ferro hierro ou cobre e libertá-los quando o corpo deles necessitar.

Qual é a função dos rins?

Os rins fazem parte do sistema urinário e estão localizados acima da cintura. São dois órgãos do tamanho de um punho e cada rim pesa cerca de 150 gramas.

A limpeza dos rins é crucial para uma boa saúde. As suas principais funções são:

  • Eliminar através da urina as substâncias de resíduos e tóxicas.
  • Manter os níveis de água, açúcar, sal ou potássio no sangue apesar das alterações na nossa dieta.
  • Separar o que é útil para ser devolvido à corrente sanguínea; o que é descartado passa para o sistema urinário. Este processo é realizado várias vezes para garantir que nada útil seja desperdiçado. Aproximadamente a cada hora, os rins filtram todo o sangue do corpo, purificando 180 litros por dia e eliminando 1,5 litros de urina. A quantidade diária de urina é um bom indicador da saúde dos rins.

Quais são os inimigos do fígado e dos rins?

Carnes vermelhas, gorduras, álcool, fast food, refrigerantes, excesso de proteínas, sal, laticínios integrais, pastelaria industrializada, tabaco, drogas e a ingestão insuficiente de água são os principais inimigos do fígado e dos rins.

O seu abuso pode causar algumas das doenças hepáticas mais comuns, como hepatite, cirrose, cancro do fígado ou insuficiência hepática.

Em Espanha, infelizmente, a doença do fígado gordo é muito conhecida, que não está associada ao consumo de álcool, mas sim à obesidade.

No caso dos rins, por estarem muito relacionados com o coração, as duas principais causas de problemas nos rins são a diabetes e a hipertensão.

Como podemos ajudar a desintoxicar o nosso organismo?

A natureza coloca à nossa disposição alimentos e suplementos que ajudam a limpar o fígado e os rins. Toma nota:

Alcachofra

Alcachofra. dieta detoxJá ouviste muitas vezes isso. A alcachofra é muito boa para a função hepática, e porque facilita o trânsito intestinal.

Beterraba

A Beterraba (Beta vulgaris) é considerada um “alimento funcional”, e as suas propriedades naturais para o bem-estar corporal remontam aos tempos dos romanos. A beterraba é rica em vários compostos bioativos que podem ser úteis para uma dieta saudável, incluindo a Betaina, que é um composto produzido naturalmente no fígado e que está relacionado com o aminoácido metionina.

Vitamina B12

A vitamina B12 contribui para a produção de energia, assim como para a produção de glóbulos vermelhos e cuidados com as terminações nervosas.

Colina

A colina é um suplemento tão importante para a saúde que está presente em muitos alimentos, embora em pequenas quantidades. É muito bom para o fígado, pois contribui para a manutenção do funcionamento hepático normal, e em conjunto com a vitamina B12 ajuda no metabolismo da homocisteína.

Inositol

Derivado do arroz integral. Também conhecido como vitamina B8, está presente em todas as células do nosso corpo. É naturalmente contido como um fosfolipídio em todas as membranas do corpo, especialmente no fígado e no sistema nervoso.

Vitamina E

A vitamina E é também conhecida como tocoferol. Protege-nos dos radicais livres que são responsáveis pelos danos oxidativos nos tecidos.

Alecrim e Zimbro

Foram tradicionalmente utilizados para o bem-estar digestivo.

Cardo Mariano

O cardo mariano é um grande aliado à função hepática normal.

Rabanete Negro

O Rabanete tem sido considerado como proveniente da China, e a sua raiz tem um sabor picante, e costuma ser consumido em saladas. Os seus componentes de enxofre dão-lhe o sabor e o odor característicos, e tem sido tradicionalmente usado na China para a saúde digestiva.

Limão

Como não poderia deixar de ser, o limão colabora mais uma vez na melhoria da saúde. É muito bom para desintoxicar, alcalinizar e hidratar, para além do seu conteúdo de vitamina C.

Se tens à tua frente um calendário cheio de refeições copiosas, como por exemplo durante o Natal, ou se a tua rotina social implica comer muitas vezes fora de casa, lembra-te destes alimentos e suplementos para ajudar a desintoxicar o fígado e limpar os rins, uma vez que ambos os órgãos desempenham funções vitais na manutenção de uma boa saúde.



DESCUBRA O CATÁLOGO DE PRODUTOS MARNYS